NotíciasSecretaria de Ciência, Tecnologia e Inovações

O prefeito de Pato Branco, Robson Cantu, sancionou nesta sexta-feira (08) a Lei número 5.942, de 7 de julho de 2022, que cria a política, o sistema, o plano e o fundo municipal de ciência, tecnologia e inovação.

 

Visando estabelecer medidas de incentivo à pesquisa científica e tecnológica e à inovação, a Lei cria mecanismos de gestão aplicáveis às instituições científicas e tecnológicas visando alcançar autonomia, capacitação e desenvolvimento empresarial e tecnológico. A nova medida é de autoria do Executivo e elaborada pelo Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

“A Lei tem como objetivo fortalecer o ecossistema de ciência e tecnologia de Pato Branco. Na criação, na manutenção, no desenvolvimento de empresas de base tecnológica e consequentemente fortalecendo o desenvolvimento socioeconômico do município ” salienta o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Giles Balbinotti, também presidente do Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

 

Também tem como objetivo propiciar condições para que se obtenha resultados efetivos para o desenvolvimento socioeconômico, incentivar e apoiar atividades orientadas à geração, difusão e utilização de conhecimentos científicos e tecnológicos para a população e melhorar as condições de vida dos pato-branquenses, no que se refere aos índices de saúde, educação, habitação, transporte e meio ambiente. Além de fortalecer e ampliar a base técnico/científica e inovadora já existente no município e fomentar a criação de emprego e renda de alto valor agregado.

 

“Ela busca dar a possibilidade para toda as empresas de base tecnológica do município, podendo ser incubada, no Parque Tecnológico ou na Utfpr, bem como para as demais, que ela gerem soluções tecnológicas, postos de trabalho com valor agregado e remuneração mais alta”, complementa o secretário.

 

O ato foi no gabinete do prefeito, com a presença de vereadores, membros do Núcleo de Tecnologia e Inovação (NTI), Sebrae, Utfpr, Unidep e incubados.

 

“As empresas que tem interesse em compreender a lei, o seu funcionamento e se será beneficiada pelos incentivos, pode entrar em contato com a equipe secretaria que estaremos explicando e orientando a todos sobre o processo”, finaliza Giles.

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Captcha - Digite a Letras Abaixo : *

Reload Image

Postar Comentário