DesenvolvimentoDesenvolvimento EconômicoNotícias

Pensando em aprimorar e fortalecer o comerciante pato-branquense, a Prefeitura oferece cursos de aperfeiçoamento profissional, totalmente gratuitos e com certificação, por meio do Qualifica Pato Branco. São quatro cursos: técnicas em recepção em meios de hospedagem, serviços de garçom/garçonete, vendedor em shopping e técnicas de negociação em vendas, com cargas horária de 15h a 21h, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

 

“O comércio de Pato Branco é referência para diversos municípios da região. São mais de 8,5 mil pessoas de outros locais que, diariamente, fazem compras com comerciantes pato-branquenses. Eles, além de vender os seus produtos, gerar emprego e renda, apresentam o que é Pato Branco para pessoas de outras localidades”, salienta o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcos Colla. “E o aperfeiçoamento da equipe, fortalece ainda mais esses empreendedores”, complementa.

 

Em Pato Branco são 3.478 estabelecimentos comerciais entre 12.947 empresas, que geram, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), cerca de 8.000 empregos diretos.

 

Ainda, conforme os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), o salário médio do comércio pato-branquense é de R$ 2.300,00, o que representa R$ 18,5 milhões por mês ou R$ 240 milhões por ano.

 

“O comerciante sofreu grandes impactos com a pandemia, assim como outros profissionais e empreendedores. Mesmo assim, em 2021 adicionaram à economia de Pato Branco cerca de R$ 1,5 bilhões, somente na geração de emprego e renda. Os cursos do Qualifica Pato Branco, veem para melhorar cada vez mais esses empreendimentos”, frisa o secretário.

 

No sábado (16) é comemorado o dia do comerciante, considerado um dos trabalhos mais antigos do mundo. “Uma atividade extremamente importante para o desenvolvimento econômico, não só de Pato Branco, mas de todo país. Em nome da administração municipal, parabenizo todos os nossos comerciantes e agradeço a contribuição no desenvolvimento de Pato Branco”, destaca Marcos Colla.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Captcha - Digite a Letras Abaixo : *

Reload Image

Postar Comentário