CulturaNotícias

A palavra que marcou a celebração foi “gratidão”

Em missa de ação de graças, celebrada na noite de sábado (11), na igreja matriz, o órgão trazido pelo Frei Policarpo foi tocado novamente, durante apresentação do tênor Breno Saldanha Bortot e do pianista Ben Hur Cionek. Na ocasião, foram lembradas as vítimas da pandemia de Pato Branco e dado graças pelos 69 anos do município.

O prefeito de Pato Branco Robson Cantu, entrou na igreja acompanhado de uma criança, simbolizando o futuro do município. A vice-prefeita, Angela Padoan, acompanhada de uma enfermeira, símbolo de todos os profissionais que por dois anos estiveram na linha de frente da pandemia.

Em um breve discurso, Robson agradeceu os pioneiros, que ajudaram a construir Pato Branco, e também se solidarizou com todos os amigos e familiares que perderam alguém para covid-19.

A palavra que marcou a celebração foi “gratidão”. Em oração pela cidade, escrita pelo gestor cultural de Pato Branco Geraldo de Carvalho, foi intercedendo pelas famílias, valores e contra a violência:

“Que ao andar por Pato Branco, entre suas praças, igrejas, escolas, hospitais, cemitérios, indústrias, comércios e lares, o reconheçamos e saibamos ser bons cidadãos, respeitando sua história, cultivando seus valores, defendendo a harmonia dos lares, lutando contra a violência das drogas e da

insegurança, e defendendo os direitos humanos em sua amplitude. (…) Fazei que nós, também, o encontremos nas águas do rio Ligeiro, nos passeios alegres do fim de tarde na praça Getúlio Vargas, parque Alvorecer, Prefeitura, Câmara e Fórum, mas, sobretudo, no sorriso das crianças e dos jovens, no amor sagrado das famílias, nos conselhos sábios dos anciãos, onde verdadeiramente se constrói a grandeza do caráter de cada cidadão de Pato Branco.”

Após a missa, o tênor Breno Saldanha Bortot e o pianista Ben Hur Cionek apresentaram músicas sacras, na parte superior da igreja.

O concerto sacro na Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, em Pato Branco, fez parte das comemorações do aniversário de 69 anos do município, e foi a primeira apresentação musical de Breno Bortot no Brasil, após seu retorno ao país no final de 2020.

Já o pianista Ben Hur Cionek, tem passagens pela Polônia, Estados Unidos e Emirados Árabes.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Captcha - Digite a Letras Abaixo : *

Reload Image

Postar Comentário