Depatran

O “Maio Amarelo” se assemelha às campanhas de outros meses dedicados ao debate dos problemas de saúde pública mais relevantes no país. Surge como um movimento internacional e apartidário com o objetivo de conscientizar a população para a segurança no trânsito e assim, salvar vidas. A escolha da cor amarela tem o intuito de enfatizar a atenção dos motoristas, uma vez que é a cor de advertência representada nos semáforos.

O tema deste ano é “Juntos salvamos vidas”, sendo o mesmo lema do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans) para esta próxima década. A ideia é traduzir os objetivos do movimento quanto a enfatizar a relevância do contexto da segurança viária, da educação, informação e mobilização da população para um comportamento mais seguro e pacífico no trânsito.

O cronograma de atividades de conscientização em Pato Branco está bem completo e conta com Palestras sobre direção defensiva nas escolas, e orientação junto a ciclistas. Até o domingo (29), quando ocorre o encerramento da campanha, a blitz informativa em parceria com o DEPATRAN se concentrará no SEST/SENAT.

Os acidentes de trânsito são o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade. Conforme os últimos dados divulgados pelo IPEA, os traumas no trânsito de Pato Branco representaram um gasto de R$4.831.323,12 no período de Janeiro a Outubro de 2021. A maioria dos acidentes no perímetro municipal se dá entre os horários das 17h às 20h, principalmente entre motocicletas e automóveis, seguido por queda de moto.

A expectativa é que a partir da ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil será possível atenuar esses resultados.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Captcha - Digite a Letras Abaixo : *

Reload Image

Postar Comentário