AeroportoNotícias

Além das atividades com a aviação geral, duas companhias aéreas operam no local, com linha Curitiba/Pato Branco

O Aeroporto Regional de Pato Branco – Professor Juvenal Loureiro Cardoso encerra 2021 sendo referência regional, para negócios, lazer e, especialmente, para a área da saúde dos municípios da região Sudoeste do Paraná e alguns da região Oeste catarinense.

Somente entre janeiro a dezembro deste ano, foram 1.174 decolagens, 1.161 pousos, sendo 1.889 embarques e 1.754 desembarques nas atividades com a aviação geral.

“Para quem está na área da saúde, tempo é vida. Tudo que puder ser feito para encurtar distâncias é importante”, frisa Fabiola Fressato Hecke, presidente do Conselho Superior do Hospital Filantrópico Policlínica.

Já para o presidente do Núcleo de Tecnologia e Informação (NTI) de Pato Branco, Cleverson Brandelero, o aeroporto é um vetor muito importante, especialmente na questão do desenvolvimento e de novas possibilidades. “Conecta muitas coisas, muito mais rápido”, pontua.

“Nós temos hoje muitos profissionais trabalhando para empresas de Pato Branco que estão em Curitiba, São Paulo, em outras capitais do Brasil e até de fora do país. Então, esses profissionais, em algum momento do mês ou do ano, precisam vir a Pato Branco, sendo o aeroporto um facilitador importante para encurtar distâncias”, complementa Cleverson.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial de Pato Branco (Acepb), Roberto Elias da Silva, reforça que os voos regulares facilitam a vinda de investidores e, consequentemente, de recursos para o município.

“O avião torna possível a um executivo de uma grande companhia vir a Pato Branco gastando poucos minutos, em vez de várias horas utilizando outro meio de transporte. Ele permite que artistas, professores, cientistas, empresários, enfim, qualquer pessoa chegue aqui facilmente. Dessa forma a gente promove a vinda de conhecimento e riqueza para a nossa região”, destaca Roberto. 

Prefeito de Francisco Beltrão e futuro presidente da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop), Cleber Fontana, participou na quarta-feira (22) do ato de retomada de voos da companhia Azul Linhas Aéreas. Ele salientou que é uma satisfação ver que o Sudoeste consegue consolidar linhas aéreas.

“Essa de Pato Branco e a de Francisco Beltrão vão se somar em uma grande integração para trazer desenvolvimento, através da chegada de novos investidores. Sudoeste conectado com o Paraná e as outras regiões do Brasil”, enaltece Cleber.

Além das atividades com a aviação geral, duas companhias aéreas operam no local, com linha Curitiba/Pato Branco.

A Azul Linhas Aéreas, disponibiliza horários nas segundas, quartas e sextas-feiras, com saída de Curitiba às 12h55 e chegada em Pato Branco às 14h25. Já a linha Pato Branco/Curitiba tem saída às 15h05 e chegada em na capital às 16h30, também às segundas, quartas e sextas. A expectativa é que para março de 2022 iniciem voos diários, nos mesmo horários.

Já a empresa paranaense Aerosul Linhas aéreas, disponibiliza de voos com saídas de Curitiba nas terças-feiras às 11h05, quartas-feiras às 8h, quintas-feiras às 14h20 e sextas-feiras às 12h40.  Com retorno às terças às 13h, nas quartas às 9h55, e nas sextas às 6h20 e às 14h30.

“O aeroporto de Pato Branco impacta diretamente o desenvolvimento econômico da nossa região, o lazer, o atendimento da saúde, da assistência. Os investimentos na infraestrutura, as melhorias operacionais, são constantes, pois toda uma cadeia é atendida”, pontua o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcos Colla.

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Captcha - Digite a Letras Abaixo : *

Reload Image

Postar Comentário