Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Pato Branco inicia Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe

Na primeira etapa, serão atendidas crianças de 06 meses até 05 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas e trabalhadores de saúde

Na próxima segunda-feira (12) inicia em Pato Branco a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe). O público estimado no município é de mais de 26 mil pessoas, o objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar pelo menos 90% das pessoas dos grupos prioritários.

O grupo prioritário é formado por: crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas,  povos indígenas, trabalhadores de saúde, pessoas com 60 anos ou mais, professores, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, pessoas com deficiência permanente, forças de segurança, de salvamento e armadas, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo de passageiros, funcionários trabalhando em prisões e unidades de internação, adolescentes cumprindo medidas socioeducativas em unidades de internação e população privada de liberdade.

Neste ano, a campanha será realizada em três etapas. Na primeira, serão atendidas crianças de 06 meses até 05 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas e trabalhadores de saúde. A vacinação para esse grupo será até o dia 10 de maio.

Na segunda etapa, serão atendidos idosos acima de 60 anos e professores de escolas públicas e privadas. A vacinação para esse grupo será do dia 11 de maio até o dia 08 de junho.

Já na terceira etapa serão vacinadas pessoas com comorbidades, pessoas com deficiências, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

“O principal objetivo da campanha é reduzir as internações pela doença, prevenir as complicações e óbitos”, frisa a coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Emanoeli Stein.

A campanha contra a influenza coincidirá com a realização da vacinação contra a Covid-19. Neste ano, os idosos serão vacinados apenas na segunda etapa, principalmente em decorrência da vacinação contra o novo coronavírus Sars-CoV-2. “É importante que seja priorizada a administração da vacina Covid-19 para pessoas contempladas no grupo prioritário para a influenza e que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19. Nestas situações, deve-se agendar a vacina influenza, respeitando o intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas”, explica Emanoeli.

Pato Branco recebeu 2.920 doses da vacina contra a influenza. O imunizante será descentralizado para todas as Unidades de Saúde do município. Emanoeli ressalta que os pacientes que fazem parte do grupo prioritário da primeira etapa e que são atendidos na Unidade de Saúde do bairro Novo Horizonte, podem procurar pela vacina em outras Unidades do município.

“Ainda não há um cronograma para o recebimento de novas doses. As doses encaminhadas não serão suficientes para vacinar toda a população da fase um. Por este motivo o município descentralizará as doses para cada unidade de saúde vacinar uma parcela inicial destes população”, frisa a coordenadora.

Locais e horários

Locais e horários para a vacinação:

 – 12/04: Passo da Ilha, das 08 às 10h; Fazenda Barra, das 13h30 às 16h;

– 13/04: Independência, das 08h30 às 11h; Cachoeirinha das 14h às 16h;

– 16/04: na sala 12 da Unidade de Saúde Central, das 8h às 11h;

– ESF Alvorada, Bortot, Fraron, Planalto, Pinheirinho, Vila esperança, Industrial, São Cristóvão, Morumbi, São Roque do Chopim, segunda a quinta-feira  das 8h às 11h e das 13h30 às 16h30 e nas sexta-feira das 8h às 11h e das 13h15 às 14h30;

– ESF São João: segunda a quinta-feira das 8h às 11 e das 13h às 16, na sexta-feira somente pela manhã;

– Sala de Vacina Central: diariamente, das 7h30 até 17h30, sem intervalo para almoço, para crianças. Já os trabalhadores da saúde, gestantes e puérperas serão vacinados no ponto extra, ao lado da sala de vacina, das 8h às 11h e das 14h até às 17h

A vacinação dos usuários da ESF São Roque será realizada somente na unidade de saúde.

Posteriormente será realizado cronograma de vacinação nas sedes pertencentes às Unidades da sede Gavião e Dom Carlos.

Documentos

Para a vacinação é necessário apresentar além dos documentos pessoais e carteira de vacina. Gestantes devem apresentar documento que comprove a gestação (carteira de gestante ou resultado do exame de gravidez), puérperas a certidão de nascimento do filho. Crianças a carteira de vacina e documento de identificação e os trabalhadores da saúde devem apresentar também a comprovação da vinculação ao serviço (holerite/Cnes/alvará/declaração do estabelecimento de saúde em que atua).

Trabalhadores da saúde

Serão contemplados todos os trabalhadores que estejam vinculados a estabelecimentos de saúde, compreendendo tanto os profissionais da saúde – como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares – quanto os trabalhadores de apoio, – como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas. Incluem-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras.

A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários