Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeito homologa a promoção de carreira de servidores que aguardavam desde 2019

O prefeito de Pato Branco, Robson Cantu, assinou na tarde desta quarta-feira (4), as portarias 933 e 934 para a progressão de carreira dos servidores públicos municipais, referentes aos anos de 2019 e 2020. O valor ficou em R$ 3.449.170,91, com encargos, e garantiu a progressão para servidores que aguardavam desde 2019.

“Tudo o que falamos que faríamos estamos cumprindo. Isso demonstra respeito com o funcionário público e com o dinheiro do pato-branquense. A caixa preta está sendo aberta aqui, inclusive pagando retroativamente. Uma boa administração começa com uma boa gestão dos recursos. Hoje [quarta-feira], acertamos um problema de 2019 e 2020. Está na hora de valorizar os servidores com todo o respeito e dignidade que merece por toda a sua dedicação”, destacou o prefeito Robson Cantu.

Do valor total,  R$ 1.939.256,07 são referentes ao ano de 2019, beneficiando 442 servidores, e R$ 1.509.914,84 de 2020, para 368 servidores.

A ação é prevista na Lei Municipal nº 3812/12, baseada nos relatórios da Comissão Especial de Avaliação de Desempenho e suas respectivas decisões administrativas, e destinada aos servidores concursados e efetivos, que já passaram do estágio probatório. Segue o nível de carreira, do 1 ao 54, estabelecidos pela tabela salarial. Também estabelece promoção em relação à formação.

A comissão avalia e reconhece os servidores que buscam aperfeiçoamento profissional, com qualificações e titulações que agreguem ao bom desempenho dos serviços públicos, bem como por mérito, tendo para isso 10 critérios de análise. Atingindo a pontuação mínima exigida, estes servidores conseguem avançar níveis diagonais e/ou verticais na carreira que  lhe proporcionam melhores ganhos financeiros.

Na promoção prevista, existem as modalidades de Promoção Diagonal por Qualificação, aonde são considerados certificados de atualização profissional, com avanço de 1 nível; Promoção Diagonal por Titulação, aonde são considerados Títulos Pós Graduação, Mestrados entre outros, com avanço de 2 níveis em cada título; e Promoção Vertical por Formação: para os cargos de Assistente em Gestão e Assistente em Saúde, cujo pré requisito para posse no cargo é Ensino Médio, e considerada a Graduação na área, passando da tabela do nível médio para tabela do nível superior.

Para que o servidor faça jus a estas promoções, são analisados vários critérios, dentre eles média na avaliação por mérito, não possuir faltas igual ou superior a dez e não ter sofrido penalidades de advertência ou suspensão.

Durante a assinatura das portarias estiveram presentes João Carlos Baier, de 52 anos, e José Domingos Schutt, de 64 anos. Ambos estão há mais de 35 anos na prefeitura de Pato Branco.  

José, que após muitos anos pôde pisar novamente no gabinete do prefeito, agradeceu o ato.

“Eu entrei aqui em fevereiro de 1980. são 41 anos e 6 meses, praticamente. Trabalhando na prefeitura consegui comprar uma casa, que eu não tinha, criei meus filhos trabalhando aqui dentro… Trabalhei 10 anos como auxiliar de serviços gerais, até me tornar motorista. Então temos uma longa história (…) E o prefeito está de parabéns, porque nem a prefeitura e nem uma empresa particular faz algo sem mão de obra, sem funcionários. Então foi uma atitude louvável. Inclusive fiquei feliz em ser convidado para vir ao gabinete. Porque fazia anos que não vinha aqui., Me sinto valorizado por isso”, disse.

Também estiveram presentes o presidente do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais de Pato Branco (SINDSERVE), Alberi Giacomelli, vereadores  Rafael Celestrin, Thania Caminski e Brandão, secretário de Esporte e Lazer Alexandre Zoche, secretário de Ciência, Inovação e Tecnologia Giles Balbinotti, diretora do departamento de Recursos Humanos Giomara Lucia Basso, secretário de Administração e Finanças Ivan de Lima e imprensa. 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários