Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Pato Branco lidera geração de empregos no Sudoeste do Paraná

Foram 1.475 novas contratações desde o início do ano e 315 só no mês de março, segundo dados do Caged.

Em todo o Estado do Paraná, Pato Branco atingiu a 7º posição, ficando entre os municípios que mais geraram emprego.

O município de Pato Branco liderou a geração de empregos do Sudoeste do Paraná no mês de março, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na quarta-feira (28). Em números absolutos, foram 315 contratações, a maior da região, e 1.475 no acumulado dos três primeiros meses do ano.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico Cláudio Arcídio Muller, os índices revelam o impacto das medidas de incentivo e manutenção de empregos da Administração Municipal de Pato Branco, que desde o início do ano tem fortalecido o setor, mesmo em um período de pandemia.

“Os dados positivos de Pato Branco anunciados no Caged não chegam a ser uma surpresa para nós. Estamos trabalhando muito para dar suporte aos setores produtivo e comercial através da Agência do Trabalhador e por ações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Estamos próximos das entidades e dos empregadores com o objetivo de mediar processos de empregabilidade, para viabilizar projetos de formação de mão de obra especializada e recuperar a economia do município”, destacou.

Em todo o Estado do Paraná, Pato Branco também obteve destaque, atingindo a 7º posição entre os municípios que mais geraram emprego, ficando atrás de Cascavel (598), que lidera o ranking, Londrina (567), Toledo (526), Cambé (491), Apucarana (403) e Araucária (341).

Já entre os setores, o destaque foi para a Indústria, que mais contratou, seguido pelo de Serviços, Construção, Agropecuária e Comércio.

Diretor da Agência do Trabalhador de Pato Branco, Fabrício Preis de Mello apontou que, aliado às iniciativas da Administração Municipal, o serviço da Agência também colaborou para o fortalecimento dos setores, por meio de um atendimento humanizado e de auxílio aos trabalhadores.

Hoje, a Agência possui 250 vagas abertas. Para os próximos meses, além do funcionamento aos sábados, que já acontece, também está previsto o projeto que fará a descentralização da Agência, a levando aos bairros.

“Logo estaremos apresentando um cronograma para a execução dessa nova prestação de serviço”, disse.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários