Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Pato Branco imunizou mais de 30% do público-alvo contra a gripe

O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é atingir 90% dos grupos prioritários, estimado em 26 mil pessoas

A Campanha Nacional Contra a Influenza (gripe) segue em Pato Branco. Até o momento, entre a primeira e a segunda etapa, foram imunizados 34,39% do público-alvo. O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é atingir 90% dos grupos prioritários, estimado em 26 mil pessoas.

Até o dia 08 de junho acontece a segunda etapa, imunizando professores e idosos a partir de 60 anos. Pessoas contempladas na primeira etapa que não receberam a vacina podem procurar pelo atendimento.

A vacinação está sendo realizada em todas as salas de vacina das Estratégias de Saúde da Família, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h. Já na Unidade Central de Saúde a vacinação será no ponto extra, localizado ao lado da Sala de Vacina Central, das 8h às 11h15 e das 13h30 até as 16h45.

É necessário apresentar documentos pessoais, comprovantes previamente exigidos e carteira de vacina, se tiver. Os professores devem apresentar uma declaração fornecida pela instituição de ensino, assinada pela direção (somente serão vacinados professores). A declaração está disponível pelo link: http://patobranco.pr.gov.br/wp-content/uploads/2021/05/Declaracao-Professor-2020-Influenza.pdf (importante preencher todos os campos da declaração).

A vacina é contraindicada para pessoas com alergia ao ovo e neomicina. Se a pessoa recebeu a vacina contra à Covid-19, deve aguardar um intervalo de 14 dias entre as vacinas.

Etapas

Neste ano, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza foi dividida em três etapas. No dia 12 de abril iniciou para o primeiro grupo, crianças de 06 meses até 05 anos, 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas e trabalhadores de saúde.

A segunda etapa iniciou no dia 11 de maio. A terceira etapa inicia no dia 09 de junho e segue até o dia 09 de julho. Ela será para pessoas com comorbidades, pessoas com deficiências, caminhoneiros, trabalhadores do transporte coletivo rodoviário, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários