Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Lançada a maior obra sobre a história de Pato Branco

Cerimonial de lançamento reuniu lideranças e autoridades 

Pato Branco ganhou na noite da última quinta-feira (17/3) no Auditório do Sesi/Senai, a mais completa obra sobre sua história. É o livro “Pato Branco”, de autoria de Luiz Francisco Guil, que trabalhou mais de um ano em trabalhos de pesquisa, entrevistas, redação, finalização e impressão. Esta última foi  patrocinada pela Atlas Eletrodomésticos e pelo Instituto Theóphilo Petrycoski – ITP. 

É um trabalho diferenciado tendo, principalmente, fotos de Rodinei dos Santos e conteúdos fotográficos antigos dos acervos dos Institutos Prosdócimo Guerra e Theóphilo Petrycoski. O livro é um conjunto de resumos de histórias, um apanhado geral de tudo que havia sido produzido anteriormente, com alguns acréscimos obtidos a partir de entrevistas e pesquisas em jornais antigos e atas de cartório. O tema mais abrangente é a Revolta dos Posseiros. Luiz Francisco Guil afirma que “o livro Pato Branco representa uma grande conquista. Após muitos anos trabalhando com produção de livros históricos de cidades, é a primeira vez que consegui realizar um trabalho com a qualidade que eu almejava. 

O prefeito de Pato Branco, Robson Cantu, ressaltou que nossas gerações atuais colhem os frutos de um passado desafiador que exigiu integração, coragem, trabalho e determinação de muita gente que fez história e não está entre nós. Exemplos deixados por pessoas, famílias e entidades que edificam nosso progresso e nossos diferenciais como município que é referência nacional pelo que proporciona a sua gente tanto na área pública quanto na privada. 

Para Guil chamou atenção o respeito e o comprometimento das pessoas com o livro. O autor agradeceu a Fabiano Ostapiv, que deu a ideia de fazer o livro. A Augustinho Zucchi, que acolheu o projeto e partiu em busca de apoio financeiro. E a Cláudio Petrycoski que, sem hesitar,  aceitou patrocinar, por meio da Atlas Eletrodomésticos. Outros agradecimentos se direcionaram a Jácomo Trento (Porto Alegre), Delise Guarienti Almeida, Eliane Somacal Marcondes Gauze e outros.

Se fizeram presentes também a vice-prefeita Ângela Padoan; da secretária municipal de Educação e Cultura, Simone dos Santos Painin; do secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcos Colla; da secretária municipal de Assistência Social, Luana Varaschin Perin; do secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Giles Balbinotti; do diretor geral da UTFPR, Gilson Ditzel; dos empresários Ricardo Guerra, Fernando Guerra, Marcelo Pastorello e Fernando Fiorentin; vereadores, entre outras lideranças. 

Cláudio Petrycoski, com muita satisfação, afirmou que “meu pai Theóphilo e minha mãe Maria Luisa escolheram este lugar especial para viver e aqui lançaram a semente de nossas empresas e fizeram crescer o enraizamento de nossa família. Somos gratos a Pato Branco, somos gratos a esta gente de valor que constrói uma bela história que segue a um amanhã desafiador, mas não menos encantador. 

O Livro Pato Branco será, gradativamente, distribuído de forma gratuita para lideranças comunitárias e estabelecimentos de ensino e ligados à cultura. Durante o lançamento os convidados foram brindados com os primeiros exemplares.

Documentário “A Revolta”

Durante o evento, o produtor Rubens Genaro, de Curitiba, falou sobre um Docudrama que começa a ser produzido e precisará de apoio e dentro da Lei de incentivo à Audiovisuais. É um documentário sobre a Revolta dos Colonos. “Será uma obra diferenciada e marcante que, sem dúvida, evidenciará, de forma diferenciada um momento diferenciado no desenvolvimento desta região.” Após houve a apresentação de um dos trechos já captados para o documentário com a professora Ana Seres Trento Comin que fez uma síntese do que foi a Revolta dos Colonos e houve apresentação também de uma síntese do depoimento de Nilso Sguarizi. 

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  • Ainda não existem comentários