Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Pato Branco celebra formatura das primeiras turmas dos laboratórios Include no Sul do Brasil

Evento também marcou o início das novas turmas, com a participação de mais de 150 crianças e adolescentes

Na noite da última sexta-feira (22), aconteceu a formatura dos primeiros participantes das oficinas ofertadas pelos Laboratórios Include de Pato Branco. Na ocasião, ainda, foi celebrado o início das novas turmas, que atenderão mais 150 crianças e adolescentes. A cerimônia aconteceu na Casa da Indústria e reuniu lideranças, representantes das entidades parceiras, alunos do projeto e familiares. Estas são as primeiras turmas do projeto formadas no Sul do Brasil.

Em agosto de 2018, Pato Branco recebeu dois Laboratórios Tecnológicos de Acesso Público, Include, situados nos bairros Alvorada e Planalto. A iniciativa é da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação e da Secretaria Municipal de Assistência Social, juntamente com Instituto Campus Party (ICP), Instituto Regional de Desenvolvimento Econômico e Social (Irdes), Fogões Petrycoski, Sebrae/PR e o Instituto Nova Ágora de Cidadania (INAC), ligado ao Ministério de Ciência e Tecnologia.

Os cursos são baseados na robótica educativa e, para participar, é necessário ter entre 10 e 18 anos.  De acordo com o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pato Branco, Géri Natalino Dutra, cerca de 100 jovens pato-branquenses participaram das capacitações em 2018. “Pato Branco foi a primeira cidade do Paraná a ter uma secretaria de Ciência,Tecnologia e Inovação, justamente por ter um ambiente ativo, que agrega conhecimento e oportunidades para o Ensino Superior e para os empresários. Contudo, ainda tínhamos que avançar em relação a oferta de oportunidades para crianças e jovens, especialmente àquelas que residem nos bairros mais distantes. Nesse sentido, o Include demonstra que a inclusão social, a partir do conhecimento, é possível, pois oportuniza a construção coletiva e bons exemplos. Afinal, temos aqui a confirmação de que realidades sociais podem ser transformadas através de iniciativas que fomentam a educação e o conhecimento”, avaliou Géri.

O prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, lembrou que Pato Branco desenvolve, desde 2013, o Programa Clique Conhecimento, que oferta tablets educacionais a alunos e professores dos 4º e 5º anos da Rede Municipal de Educação, bem como oficinas de robótica e ações voltadas a estimular práticas pedagógicas inovadoras. Dessa forma, conforme aponta Zucchi, o Include veio para fortalecer ainda mais iniciativas como esta, que demonstram que a tecnologia pode ser utilizada como uma ferramenta de aprendizado e emancipação social – o que também pode ser observado na realização da Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação – Inventum, que neste ano estará na quarta edição e foi responsável pelas parcerias de Pato Branco com o Instituto Campus Party.

“Os tablets representaram o início do projeto educacional que temos para Pato Branco, em que a tecnologia contribui de forma significativa para que a criatividade das nossas crianças seja desenvolvida. Acreditamos que os resultados de hoje, refletirão no amanhã dos jovens, de suas famílias e também da cidade. Afinal, o desenvolvimento tecnológico, quando associado à inovação e à busca pelo conhecimento, confirma a nossa cidade enquanto um ambiente diferenciado, modelo para o Brasil”, destacou Zucchi.

O gerente da Regional Sul do Sebrae/PR, Cesar Colini Gonçalves, disse que nesta nova etapa, será ofertado um módulo de formação empreendedora, com a capacitação dos jovens e a possibilidade de geração de negócios. “Temos elementos que tornam Pato Branco exemplo para o Brasil. Aqui, há um ecossistema de inovação, possível pela força e união das pessoas e entidades. O Include é mais um exemplo, pois demonstra a eficácia do trabalho de inclusão social que deixará um legado para Pato Branco, pois crianças e jovens estão podendo transformar a realidade de suas famílias ou de seus bairros. Afinal, Pato Branco entrou na rota nacional da tecnologia e da inovação”, disse.

O presidente do Instituto Regional de Desenvolvimento Econômico e Social (Irdes), que também é vice-presidente do Sistema Fiep, Cláudio Petrycoski, enalteceu a iniciativa. “É uma satisfação celebrarmos um projeto de inclusão digital que está envolvendo 150 crianças e jovens, uma iniciativa que deve ter sequência, pois vai transformar muitas vidas, assim como já está transformando”, salientou.

Inovar é simplificar a vida das pessoas,
um exemplo disso está na acessibilidade

Além da formatura e da celebração quanto ao início das novas turmas, na ocasião o Include demonstrou uma das principais premissas da inovação: a tecnologia, quando associada à resolução de problemas reais, simplifica a vida das pessoas, podendo inclusive ser utilizada em ações voltadas à acessibilidade de pessoas com deficiência. Isso foi demonstrado na prática, pois o aposentado Valdelírio Antunes, 60 anos, recebeu um protótipo de uma cadeira de rodas automatizada, que foi programada e adequada pelos professores e alunos do Include.

Há onze anos ele tem dificuldade de locomoção e, nesse período, precisou amputar as duas pernas, ficando totalmente dependente da cadeira de rodas. Ao receber o presente motorizado, que vai facilitar a sua acessibilidade, o morador do Conjunto Habitacional Vila São Pedro, no Bairro São João/Alto da Glória, comemorou: “isso será algo muito bom que ganhei na minha vida, pois se eu tivesse que comprar, não conseguiria pagar. Mas, graças a Deus, tenho amigos e pessoas muito boas que me ajudam”, contou ele.

O coordenador e instrutor dos Laboratórios Include em Pato Branco, Alexandre Ferreira de Souza, explica que uma cadeira de rodas automatizada custa mais de R$ 5 mil. “Esta custou cerca de R$ 2 mil e foi programada por crianças de 10 a 18 anos. Esse processo levou seis meses e contou com o apoio da Secretaria de Assistência Social, da Atlas Eletrodomésticos e da Fogões Petrycoski”, pontuou.

Alexandre enalteceu que, no Include, os alunos são protagonistas do processo de aprendizagem, em que a robótica é aplicada com criatividade, pois o elemento principal é o aluno e, dessa forma, todos os participantes, independente da idade, vivem na prática o que são capazes de fazer.

“Em Pato Branco, o acesso à tecnologia já vem sendo trabalhado nas escolas, com os tablets e com as oficinas de robótica, então o Include veio complementar, oportunizando essa condição a crianças e adolescentes. A tecnologia, quando há foco, torna-se uma ferramenta para o aprendizado das crianças, uma ferramenta de mudança e de conhecimento, capaz de transformar a sociedade”, destacou Alexandre.

Quem confirmou as palavras do professor Alexandre foi o aluno Luiz Gustavo Preschlak Monteiro, 14 anos, morador do Bairro Vila Izabel e que participou dos cursos no Laboratório Include do Bairro Alvorada. “Gosto muito de tecnologia, é uma área que me inspira. No projeto, aprendi mais sobre robótica, sensores e automatização, o que me motivou bastante. Pretendo me especializar mais em cursos de robótica e, futuramente, seguir carreira na tecnologia”, comentou.

Para Jhenifer Maiara Barbosa, 12 anos, moradora do Bairro São João e que participou do Laboratório Include no Bairro Planalto, a experiência a motivou a continuar estudando. “Amei ter participado, aprendi bastante, não tem nem como explicar, porque é um projeto muito bom. Quero continuar estudando, para aprender ainda mais, para ser uma boa profissional na vida”, contou.

Os cursos

Os cursos são gratuitos e contemplam a metodologia da Tron. Os conteúdos do primeiro módulo abrangem desde programação, eletrônica básica, mecânica, ferramentas, robótica educacional, maker e aplicada, até conhecimento em drones. Já o segundo módulo oferece modelagem 3D, impressão 3D e noções básicas de aplicativo. Também haverá oficinas de Empreendedorismo Criativo no formato Hands On, com foco em desenvolvimento de projetos, ministradas pelo Sebrae e que, futuramente, serão replicadas nos demais laboratórios Include de todo o Brasil.

Os Laboratórios Include Pato Branco

No Bairro Planalto, o laboratório fica na Rua das Garças, 661. O endereço no Bairro Alvorada é Travessa Ipacaraí, 51. Para mais informações sobre o Include, basta entrar em contato com o coordenador e instrutor dos Laboratórios em Pato Branco, Alexandre de Souza, pelo (46) 99982-3416. Mais informações podem ser obtidas, ainda, junto à Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, pelo (46) 3220 – 6080.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários