Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Curso de Corte e Costura incentiva empreendedorismo de mulheres atendidas pelos Cras de Pato Branco

Uma parceria entre a Administração Municipal de Pato Branco, por meio da Secretaria de Assistência Social, o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Sindicomércio está oportunizando que 20 mulheres atendidas pelos Centro de Referência de Assistência Social (Cras) dos bairros São João e Gralha Azul recebem gratuitamente um curso de Corte e Costura. Além disso, mais 10 pessoas dessas comunidades receberão formação para empreendedorismo, a fim de que sejam donas do próprio negócio e multipliquem os saberes nas comunidades em que residem.


O curso nasceu a partir de uma solicitação do prefeito de Pato Branco Robson Cantu ao Senac. Nesta semana, por meio de um aporte financeiro do presidente do Sindicomércio, ele começou com as primeiras quatro turmas.
Na tarde de terça-feira (3), três das cinco alunas matriculadas foram até a unidade. Zelia Botelho, de 59 anos, Justina Inês Albani, de 64 anos, e a mais velha, Cecília Andreolle, de 75 anos, são conhecidas do bairro Gralha Azul.


Embora tenham conhecimentos e experiências diferentes com a costura, todas estavam animadas. Zélia, que disse não conhecer a arte, estava disposta a aprender do zero. Justina queria melhorar o básico que conhecia para continuar fazendo os serviços para a família e para os vizinhos. Já Cecília pensava no quanto esse conhecimento pode auxiliar no Clube de Mães, onde se reúne com outras mulheres no bairro.


“Se com o crochê a gente já consegue fazer algo, acho que com esse curso vamos conseguir mais. Porque se uma consegue fazer uma coisa, ela faz, se a outra sabe outra coisa, ela faz, e assim vamos nos ajudando para ajudar pessoas que precisam ainda mais”, disse.


O curso

O curso tem duração de três meses, período em que as alunas, divididas em turmas de iniciante e intermediário, terão contato com conhecimentos desde o corte, uso da máquina até os moldes, com os quais poderão fazer roupas futuramente.


Isso permitirá, de acordo com a gerente executiva do Sesc Pato Branco, Cledi Nottar, que haja uma valorização social dessas mulheres, capaz de proporcionar geração de renda e autonomia.


Ainda no mês de agosto, conforme Cledi, 10 pessoas, também atendidas pela rede da Assistência Social, participarão de um curso voltado ao empreendedorismo.


“O objetivo será dar um suporte para que essas pessoas despertem o pensamento empreendedor, descobrindo como organizar, como fazer, definir valores e por qual rumo seguir”, apontou.


O curso terá seis encontros de duas horas cada.


Não há inscrições abertas, já que o curso tem limite de vagas e é voltado a pessoas atendidas pela Assistência Social.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários