Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Com aporte do Estado, Pato Branco destina recursos da nova prefeitura para ampliação e conclusão do aeroporto

Projeto: Daniel Cagol e Emerson Michelin

O prefeito de Pato Branco, Robson Cantu, anunciou o repasse de R$ 27 milhões do Governo do Estado do Paraná para ampliação e conclusão do Aeroporto Municipal Juvenal Cardoso. O recurso foi confirmado na terça-feira (21) pelo governador Ratinho Junior e pelo chefe da Casa Civil Guto Silva.


“Na campanha, eu e a Angela falávamos que não faríamos a Prefeitura Municipal de Pato Branco, mas sim iríamos investir esse dinheiro em um grande projeto e hoje se confirmou. O governador Ratinho Junior e o chefe da Casa Civil nos deram R$ 27 milhões para terminarmos uma obra: o Aeroporto Juvenal Cardoso”, apontou o prefeito Robson Cantu.


O valor de R$ 20 milhões que seria investido na construção da nova prefeitura ganhou aporte do Governo do Estado em mais R$ 7 milhões para que fosse destinado à reforma e conclusão da obra do aeroporto.


Com isso, a retomada dos voos ganha celeridade, uma vez que outras medidas já foram tomadas no sentido de garantir viagens aéreas com aviões de grande porte.


“O aeroporto não é apenas para pegarmos um avião e passear, mas sim para trazermos os grandes empresários para investir aqui”, frisou o prefeito.


De acordo com o chefe da Casa Civil, o pensamento no pós-pandemia coloca em foco a necessidade da construção de novos equipamentos públicos capazes de atender a população, o que implica, inclusive, no corte de alugueis e no pensamento estratégico do que ele chama de “reengeenharia dos espaços”.


“E então a decisão hoje, que nós estamos aqui amparando o prefeito Robson Cantu, é justamente para que o recurso que seria destinado para a nova prefeitura possa ser realocado rapidamente na ampliação da pista do aeroporto (…) Consolidando como um aeroporto regional, com um investimento de mais de R$ 20 milhões para podermos recepcionar aeronaves de maior porte. Isso vai, naturalmente, redimensionar a nossa questão aeroviária do Sudoeste e esse recurso resolveria o problema definitivo do nosso aeroporto para colocarmos em uma nova categoria”, frisou Guto Silva, anunciando ainda que a Azul Linhas Aéreas deve retomar os voos já no mês de setembro.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários