Meio Ambiente

 

O Parque do Alvorecer, cuja nomenclatura oficial é Parque Estadual Vitorio Piassa possui 107,82 hectares, o que soma mais de 1 milhão de metros quadrados de área verde. Dessa área há 14 hectares em processo de recuperação ambiental e o restante já preservado.

De acordo com o inventário florestal realizado em 2015, em conjunto com o Plano de Manejo, foram identificadas 250 espécies dentro do Parque, pertencentes a 80 diferentes famílias botânicas. Entre as frutíferas há exemplares de Guabiroba, Pitanga, Araticum, Uvaia e Jerivá. Além disso, o Parque contempla 20 espécies de samambaias que apresentam aparência peculiar.

Quando há diversos pontos de surgência, considera-se nascentes difusas. Essas fontes, presentes em grande quantidade na extensão do Parque são provenientes de porções úmidas, sendo essenciais para a conservação da biodiversidade e regulação climática, em sua maioria cercadas de espécies florestais como Dicksonia sellowiana Hook, o popular “xaxim”.

Como espécies predominantes o destaque fica por conta do pinheiro-brasileiro, ou Araucaria angustifolia e o Podocarpus lambertii, conhecido popularmente como pinheirinho. São inúmeras plantas que compõem o paisagismo como um todo, além de decks para contemplação, pistas de caminhada e espaços de convivência para usufruto dos pato-branquenses.

Entre as espécies que foram plantadas para tornar a paisagem ainda mais bonita, se sobrassaem a Ave do Paraíso (Estrelicia), Iris (Iris germanica), Moreia (Dietes-bicolor), Capim do Texas (Pennisetum setaceum), Hortênsia (Hydrangea macrophylla) , Manacá da Serra (Tibouchina mutabilis), Flor de coral (Russelia equisetiformis), Agapantos (Agapanthus africanus), Véu de Noiva (Rodriguezia venusta), Lambari roxo (Tradescantia zebrina) e a Agave (Agave angustifolia).

Algumas árvores mais conhecidas, encontradas são Sabugueiro, Aroeira-vermelha, Costela-de-Adão, Jerivá, Roseta, Bromélia, Angico-branco, Bracatinga, Tarumã, Canela, Figueira, Carejeira, Jabuticaba, Chuva-de-ouro, Peperomia, erva-de-bicho, Avenca, Jasmim-do-mato.

“Novas atrações estão em andamento no Parque do Alvorecer, com o objetivo de um espaço público de qualidade. O parque hoje é como um refúgio do caos urbano, buscando amenizar as preocupações e o estresse diário” salienta a arquiteta Raiana Ralita, responsável pelo paisagismo do município.

O Parque do Alvorecer é importante para a cidade pois proporciona mais qualidade ambiental, tendo também a função de democratizar os momentos de lazer a recreação entre a população. O contato com a natureza é uma relevante inspiração para a realização de atividades físicas e saúde.

 

 

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário