Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

UPA de Pato Branco abre cinco novos leitos de UTI

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pato Branco contará com cinco novos leitos a partir desta quarta-feira (2). O Governo do Estado, por meio da Secretaria do Estado da Saúde, entregou nesta tarde cinco unidades de respiradores, de monitores multiparamétricos, bombas de infusão e de camas, que permitirão a ampliação da UTI da UPA.

Com a doação, a UPA passará a contar com 15 leitos para tratamento da covid-19. A unidade ainda possui mais três leitos para outros atendimentos de urgência e emergência.

 “Desde o começo do ano até hoje, são 18 leitos que nós recebemos. Quero fazer meu agradecimento especial ao nosso governador Ratinho Junior, ao nosso secretário de Saúde Beto Preto, ao Nestor e ao Guto Silva: nosso secretário da Casa Civil, que toda vez que nós precisamos, ligamos, ele nos atende. Agradeço a toda a nossa equipe de saúde de Pato Branco, que mostrou para nós a realidade e a necessidade desses aparelhos. Juntos vamos fazer a diferença”, destacou o prefeito Robson Cantu. O deputado estadual Luiz Fernando Guerra também apoiou a medida.

A abertura dos cinco novos leitos deve ajudar a dar suporte ao Sistema de Saúde diante da alta taxa alta de ocupação que as UTIs do município possuem.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (2) pela Secretaria de Saúde, a ocupação da UTI adulta em hospitais de Pato Branco está em 162%, com déficit de cinco vagas. Ainda há 100% de ocupação da UTI pediátrica e 168% de ocupação na Enfermaria Adulta.

O objetivo é que enquanto não haja abertura de leitos em hospitais, a UPA, por ser um serviço de retaguarda, seja capaz de dar um suporte a quem necessita de internação.

“A chegada desses equipamentos e a abertura desses cinco novos leitos darão condições de suporte para atendermos mais pacientes. O objetivo é que eles nunca precisassem ser usados, mas a alta de taxa de transmissão da covid-19 faz com que precisemos deles. É uma forma de darmos mais dignidade aos atendimentos e mais condições de vida a quem luta contra a doença. Volto a reforçar o que já sabemos há mais de um ano: vamos continuar seguindo as medidas sanitárias, com uso de máscara de proteção facial, álcool em gel e distanciamento. Como a vacina ainda não chegou a todas as pessoas, este é o meio mais seguro para evitarmos um colapso”, destacou a secretária de Saúde Liliam Brandalise.

Até esta quarta-feira, o município somava 9.941 casos confirmados de covid-19, 9.360 casos recuperados e 202 óbitos – dois nas últimas 24 horas.

A taxa de letalidade está em 0,4% e a de transmissão do vírus em 0,84%, a maior desde novembro do ano passado.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários