Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Secretaria Municipal de Saúde adota ampliação dos critérios de testagem da COVID-19 em Pato Branco

Pacientes que se enquadrem nos novos critérios deverão ter amostra coletada para realização de exame

Durante a reunião do Comitê Gestor de Combate ao Coronavírus ocorrida nesta terça-feira (26), no Largo da Liberdade, a Prefeitura de Pato Branco, através da Secretaria Municipal de Saúde, apresentou a ampliação dos critérios de testagem para detectar a COVID-19 (Sars-CoV-2), válido para todo o Paraná, a partir da Nota Técnica 01/2020, publicada pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Essa estratégia ampliará o controle e a identificação do Coronavírus, através do aumento da capacidade de diagnóstico por meio dos testes RT-PCR – principal teste laboratorial disponível para o diagnóstico de pacientes sintomáticos na fase inicial.

Anteriormente, o protocolo do Estado preconizava a coleta somente para pacientes hospitalizados e nas unidades sentinela e, com a nova medida, o Estado incluiu grupos prioritários para a realização do RT-PCR. Portanto, os testes serão aplicados em pacientes com sintomas de síndrome gripal. Entre estes pacientes sintomáticos, serão priorizados aqueles que estiverem hospitalizados, profissionais da saúde e de segurança pública, ou pessoas que residam no mesmo domicílio que esses trabalhadores, pessoas com mais de 65 anos, idosos ou profissionais de instituições de longa permanência, pacientes com comorbidades consideradas de risco para complicações por COVID-19 e trabalhadores de serviços essenciais (farmácias, supermercados, panificadoras e postos de gasolina).

De acordo com a chefe de Divisão de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde de Pato Branco, Franciele Palavicini, além destes grupos, o município seguirá realizando os testes nas unidades sentinela de síndrome gripal, pela UPA 24h, que realiza amostragem de 5 coletas (swab nasofaringe) semanais de sintomáticos respiratórios para pesquisa de todos os vírus circulantes no município, não somente para Coronavírus.

A partir do aumento da coleta de amostras para a realização dos exames, os municípios e, consequentemente, o Estado, poderão ter uma avaliação mais fidedigna em relação à circulação do vírus. “Essa ampliação do critério de testagem trará um panorama mais claro de quem contraiu a doença, inclusive identificando casos leves, tendo em vista que a coleta deve ser feita até o sétimo dia a partir do aparecimento dos primeiros sinais ou sintomas, preferencialmente entre o terceiro e o quinto dia, confirmando mais casos que poderiam passar sem diagnóstico”, esclarece Franciele.

A recomendação da Sesa é que os testes sejam disponibilizados nos pontos da Rede de Atenção à Saúde de maior contato com pessoas suspeitas de COVID-19, como unidades de saúde, de pronto atendimento, hospitais e prontos socorros. No município de Pato Branco, o atendimento de sintomáticos respiratórios e as coletas serão realizados nas duas unidades sentinela de COVID: a UPA 24 horas e a Ala de Síndrome Gripal da Unidade de Saúde Central (NIS). Após coletadas, as amostras serão enviadas novamente a Curitiba, para serem processadas no Laboratório Central do Estado (Lacen) e no Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP).

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários