Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura de Pato Branco segue com programação de ações de combate à dengue

Equipes permanentes atuam na prevenção e orientação

Mesmo em meio à pandemia do Coronavírus (Covid-19), a Prefeitura de Pato Branco, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e a Secretaria Municipal de Saúde, em conjunto com as equipes da Vigilância em Saúde, permanece com programação ativa de ações para conscientizar a população a eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Entre as ações que estão acontecendo, mutirões e inspeções permanentes em imóveis e pontos estratégicos em vários bairros do município, para evitar a proliferação do Aedes Aegypti e também de animais peçonhentos. Além disso, foi realizada a pulverização de inseticida, popularmente conhecida como “fumacê”, onde, em um raio de transmissão de cerca de 300 metros, o produto atua, a fim de diminuir a incidência do Aedes Aegypti. Também foram distribuídos brucks, em bairros específicos, para o depósito de entulhos que possam se tornar depósito de ovos e larvas do mosquito.

Em Pato Branco, desde o início do ano até o dia 16 de abril, foram confirmados 70 casos de dengue, sendo 11 casos importados e 59 casos autóctones, ou seja, contraído no próprio município. O médico veterinário da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Wilson Braun, disse que o aumento da incidência de dengue na cidade já havia sido previsto no Boletim Epidemiológico em dezembro de 2019, tendo em vista o perfil epidemiológico do Brasil, a condição ambiental e entomológica do município, além do trânsito de pessoas para fora do município em áreas de transmissão viral.

Conforme Braun, a transmissão no município iniciou com dois casos de moradores residentes no Distrito Nova Espero por conta de uma provável infecção no estado de Rondônia. A dispersão do vírus nesta região levou a infecção para mais 48 pessoas que relataram não terem viajado nos últimos 15 dias. O pico máximo de incidência ocorreu de 01 a 07 de março, quando acometeu 15 residentes do Distrito Novo Espero, sendo todos autóctones.

Além deste local, os casos de dengue em Pato Branco foram registrados em mais 13 bairros na área urbana: Industrial, Centro, Jardim das Américas, Santa Terezinha, Pinheirinho, Bonatto, Trevo Guarani, Vila São Pedro, La Salle, Novo Horizonte, Jardim Floresta, Menino Deus e Bancários.

Na análise de Braun, os casos tendem a diminuir, no entanto, a população precisa continuar fazendo a sua parte. “Acreditamos que terá um declínio na incidência dos casos, devido ao período de transmissibilidade e o clima menos favorável para a proliferação de vetores. Porém, é extremamente importante que o cidadão continue cuidado do seu imóvel, evitando acúmulo de água, já que novos casos podem ser diagnosticados para dengue até o dia 15 de maio de 2020”, alertou.

Para mais informações e denúncias sobre a dengue, entre em contato pelo telefone 3220 – 1505.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários