Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Robson Cantu recebe comitiva de São Paulo para aplicação de novas medidas contra a Covid

O prefeito de Pato Branco, Robson Cantu, recebeu nesta segunda-feira (28), uma comitiva médica de São Paulo para estudar a implementação de novos protocolos no combate à Covid-19 no município. À tarde, uma reunião entre profissionais da saúde local e a equipe médica analisaram o avanço da pandemia no município e estudaram novas medidas para abordagem.

Integraram a comitiva a médica Thereza Costa, cardiologista membro do corpo clínico do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo, e que atua nas áreas de Tomografia Cardíaca e Ressonância de Coração dos hospitais da Rede Leforte e Nove de Julho, de São Paulo. Ela também faz parte da equipe da Dra Ludhmila Abrahão Hajjar (Rede D’OR).

Junto com ela estava o fisioterapeuta Allysson Silva, da Rede D’OR, e médico Julio Dias, membro da diretoria da Sociedade Paranaense de Pediatria e diretor do Hospital de Campanha de Dois Vizinhos, que tem tido bons resultados no enfrentamento à covid em 19 dias de funcionamento.

A comitiva, acompanhada pela médica Thereza, é reconhecida por seu trabalho na pandemia pelo baixo índice de mortalidade no tratamento da doença.

A equipe veio à convite do prefeito Robson Cantu, que busca alternativas eficientes para reduzir os óbitos e aumentar a eficácia no combate ao coronavírus.

“Nós estamos mostrando toda a estrutura que nós temos para melhorar nosso atendimento e salvar mais vidas. É isso que nós queremos”, destacou Cantu.

Reunião multiprofissional

Durante a reunião, em que estiveram presentes representantes da Secretaria de Saúde, Vigilância Sanitária, Vigilância Epidemiológica e atenção primária, foram apresentados os dados epidemiológicos de janeiro até esta segunda.

De acordo com os dados, após dois picos no ano, os novos casos diários da doença começaram a baixar, atingindo uma média de 60 casos/dia nas últimas três semanas, mas com ascensão dos óbitos, sendo a última semana a pior nesse sentido, com 23 vítimas fatais.

Diante destes índices, a equipe multiprofissional se debruçou nas experiências apresentadas pela comitiva, que incluem o fortalecimento do uso da telemedicina, mudança no protocolo de intubações e o que Thereza destacou sobre o atendimento humanizado.

“Cada paciente é único e precisa, sim, ser monitorado de forma precoce. Armas a gente têm muitas para tratar complicações da Covid, mas até o presente momento não temos uma medicação, como não temos para outras doenças virais. Mas a gente tem como dar suporte ao doente. Cada um tem uma individualidade, uns podem responder a determinada medicação e outros não, tendo complicações de rim e fígado. É necessário olhar como um todo. Não precisamos trabalhar os exames, mas sim o paciente na sua totalidade.”

Thereza agradeceu ao convite do prefeito e destacou como sendo uma iniciativa necessária para o combate ao vírus. “É hora de unirmos forças e aprendermos uns com os outros para salvarmos vidas”, frisou.

Na quarta-feira (30), os profissionais da rede municipal que atuam diretamente na luta contra a Covid devem passar por um treinamento, onde serão estudadas as medidas.

Entre elas, de acordo com o fisioterapeuta Allysson, estão diretrizes da fisioterapia sobre suporte de oxigênio terapia, uso coerente da ventilação não invasiva e o que se espera do manejo do paciente intubado.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários