Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Prefeitura e piscicultores organizam a Feira do Peixe 2019

Neste ano, o principal ponto de atendimento será o Pavilhão da Paróquia do Bairro Cristo Rei, uma vez que o Pavilhão São Pedro, na região central da cidade, está passando por reformas. Organizadores estimam a comercialização de 18 toneladas de peixes 

A Prefeitura de Pato Branco, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura, está organizando a Feira do Peixe 2019, que tradicionalmente acontece durante a Semana Santa. A realização conta com a participação ativa de piscicultores da cidade, que encontram na programação a oportunidade de fomentar a produção e divulgar a atividade, que movimenta um setor importante para a agricultura familiar de Pato Branco.

A Feira será realizada nos dias 17 e 18 de abril e, no momento, estuda-se a possibilidade de realizá-la também no dia 06 de abril. Entre as novidades, está a mudança de local, pois a programação não acontecerá no Pavilhão São Pedro, que no momento passa por obras de reforma. Assim, a comercialização será concentrada no Pavilhão da Paróquia do Bairro Cristo Rei.

“No Pavilhão da Paróquia do Bairro Cristo Rei, há estrutura e locais adequados para o abate dos peixes, dentro do que prevê a Vigilância Sanitária. Além disso, teremos pontos distribuídos nos bairros e também em pesque-pagues, onde acontecerá apenas a comercialização do peixe vivo. No dia 06 de abril, estamos avaliando a possibilidade de realizarmos a comercialização de peixes abatidos, junto ao Mercado do Produtor”, comenta o secretário municipal de Agricultura, Clodomir Ascari.

Segundo Clodomir, a Feira do Peixe do ano passado possibilitou a comercialização de mais de 15 toneladas, com preços que agradaram tanto os consumidores, quanto os produtores. “Para 2019, estimamos ultrapassar a marca de 18 toneladas comercializadas, oportunizando qualidade e variedade para os consumidores”, destaca.

O secretário lembra, ainda, que a Feira do Peixe estimula os produtores e demonstra à população que há potencial para suprir a demanda pelo consumo de peixe não somente na Semana Santa, mas durante todo o ano, uma vez que a atividade é permanente em Pato Branco. “Temos hoje, em nossa cidade, aproximadamente 15 propriedades que trabalham diretamente com a produção de peixes, e também temos mais de 50 propriedades que atuam indiretamente, como suporte para os piscicultores”, completa Clodomir.

Para Vanessa Preisler, produtora da comunidade de Três Pontes, a Feira é uma oportunidade para os pequenos produtores comercializarem o peixe que é produzido o ano todo, além de ser um momento oportuno para divulgar os benefícios do consumo da variedade, a culinária a base de peixe e as atividades dos pesque-pagues da cidade.

“Apoiamos a realização anual da Feira, pois ela representa um importante incentivo para nós piscicultores. Neste ano, faremos uma pré-venda, no início do mês de abril. Também teremos novos pontos de venda, visando atender as demandas da população e diversificarmos cada vez mais”, adianta Vanessa.

Entre as ações constantes desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Agricultura de Pato Branco, para incentivar a piscicultura, está o Programa de Desenvolvimento da Agricultura (Prodeagri), que oportunizou a construção de mais de 140 açudes nos últimos anos.

A programação completa da Feira do Peixe 2019 – com a tabela de preços e variedades disponíveis, assim como a definição dos demais pontos de venda – será divulgada no decorrer do mês de março.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários