Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Pelo sexto mês consecutivo, Pato Branco registra saldo positivo na geração de emprego

Foram 206 novas admissões realizadas pela Agência do Trabalhador

O município de Pato Branco registrou pelo sexto mês consecutivo saldo positivo na geração de emprego, com 206 novas admissões realizadas pela Agência do Trabalhador. Na região Sudoeste, o município ficou em primeiro lugar. Já diante do Estado, ficou em sexto lugar. Os dados são referentes ao mês de junho de 2021, conforme o ranking das Agências do Trabalhador de todo o estado.

“As expectativas do mercado de trabalho em Pato Branco são de retomada econômica. As empresas estão investindo, acreditando e consequentemente ofertando muitas vagas de trabalho”, destaca o diretor da Agência do Trabalhador de Pato Branco, Fabricio Preis de Melo.

Conforme dados da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, entre os meses de janeiro a junho, a Agência do Trabalhador colocou 1.011 mil pato-branquenses no mercado de trabalho.  “Um número muito expressivo quando comparado a outros municípios”, frisa Fabricio.

 “Apesar da pandemia, a Agência do Trabalhador vem trabalhando de portas abertas desde janeiro, para que possamos auxiliar nossos empresários, bem como os trabalhadores, sendo um serviço essencial para nossa população. Estamos trabalhando, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, com diversas parcerias, com cooperativas e o sistema 5S para ofertar qualificação para o trabalhador, que busca se reinventar no mercado de trabalho, ou que busca o primeiro emprego”, complementa Fabricio.

Caged

Já pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), no mês de maio de 2021, Pato Branco apresentou saldo de 166 novos postos de trabalho, sendo 1.443 mil admissões e 1.277 mil desligamentos. Os dados foram apresentados nesta quinta-feira (1º de julho).

A atividade econômica que mais gerou emprego foi a indústria, com 92 novos postos, seguida pelo comércio, com 30 novas contratações. As atividades de serviços e construção empataram com 27 novas contratações cada. Já a agropecuária ficou com saldo negativo, com -10.  “Conforme dados observados no Caged, verificamos que os setores da construção civil, serviços e indústria estão aquecidos, e isso é muito importante para que nossa cidade continue mantendo bons índices de empregabilidade”, finaliza Fabricio.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários