Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Município e Apac firmam termo de cooperação para a inclusão de recuperandos ao mercado de trabalho

Por meio do projeto “Trabalho e Geração de Rendas”, até dez pessoas poderão ser reintegradas

O Município de Pato Branco e a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) de Pato Branco firmaram um termo de cooperação, com o objetivo de incluir recuperandos ao mercado de trabalho. Por meio do projeto “Trabalho e Geração de Rendas”, até dez pessoas poderão ser reintegradas. A assinatura foi na manhã desta sexta-feira (22). O termo tem a vigência de 12 meses.

“A inclusão acho que é a palavra chave que nós precisamos na sociedade, hoje em dia. A gente vê tantas coisas erradas e quando a gente traz todo mundo pro mesmo objetivo, do bem, a gente vai fazer uma sociedade melhor”, salientou o prefeito de Pato Branco, Robson Cantu. “Nosso governo é da inclusão e da dignidade”.

A presidente da Apac, Lúcia Cordova Mello, enalteceu o formato do termo, como sendo mais eficaz pra ambas as partes, “com mais garantias, tanto para o Executivo, quanto para a Apac”. Também frisou que sem o Executivo não seria possível a inclusão do recuperandos ao mercado de trabalho.

Pelos trabalhos realizados, os recuperandos serão remunerados no equivalente a um salário mínimo nacional vigente, correspondente a R$ 1.100,00.  25% deste valor serão pago à Apac, que prestará contas mensalmente ao município. Deverão executar as atividades nos locais previamente designados pelo município, conforme plano de trabalho, nos horários das 07h45 às 12h e das 14h às 17h45, de segunda a sexta-feira, e das 08h às 12h, aos sábados.

 “Nós da Apac acreditamos fielmente na recuperação do ser humano. Nós acreditamos que aquela pessoa que errou tenha chance de mudar. E para mudança ela precisa de ajuda. Eles cometeram crimes contra a sociedade, cometeram, não são santos, mas estão arrependidos, e querem mudar, e nós estamos aqui para fazer essa mudança. E com essa parceria com o município de Pato Branco, essa mudança vai ser grandiosa, a sociedade toda vai ganhar com isso”, destacou Lúcia.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários