Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Com doses da Pfizer e AstraZeneca, Pato Branco amplia vacinação para mais de mil pessoas

Contemplados nestes grupos devem ficar atentos quanto à documentação necessária

A partir desta terça-feira (1º de junho), o município de Pato Branco intensificará a imunização contra a Covid-19. Com a chegada de mais 1.170 doses da vacina Pfizer/BioNTech e 940 da Covishield Covid, desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca/Universidade de Oxford em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a aplicação será estendida tanto a professores quanto a pessoas com comorbidades.

Nesta etapa serão atendidos trabalhadores acima de 40 anos da educação e da assistência social que atuam no Centro de Referência da Assistência Social (Cras), no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas) e em casas/unidades de acolhimento e Forças de Segurança e Salvamento. Entre pacientes com comorbidades e deficiências permanentes, a  vacinação será estendida para pessoas acima de 25 anos.

Segundo a coordenadora do Programa Municipal de Imunização de Pato, Emanoeli Stein, os contemplados nestes grupos devem ficar atentos quanto à documentação necessária.

“Lembrando que as vacinas serão aplicadas conforme a disponibilidade de doses. Caso o imunizante acabe, as ações serão suspensas até a chegada de nova remessa”, apontou Emanoeli Stein.

A vacina é aplicada por ordem de chegada, sem necessidade de cadastro prévio. Ela também é contraindicada para menores de 18 anos, pessoas com histórico de reação anafilática anterior a qualquer um dos componentes da vacina e pacientes com histórico de trombose.

Cronograma

– 01/06: Trabalhadores da educação

Todos os professores e funcionários de escolas públicas e privadas do Ensino Básico (creche e pré-escola, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizante e EJA) acima de 40 anos; Trabalhadores da assistência social atuantes no Cras, Creas, casas/unidades de acolhimento, também com mais de 40 anos.

Local: Largo da Liberdade, das 17h até as 18h30.

– 02/06: Forças de Segurança e Salvamento.

Local: Largo da Liberdade, das 17h às 18h30. Para este grupo, o critério utilizado será a listagem encaminhada pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Paraná (o município vacinará conforme os nomes contemplados nesta lista).

– 03/06: Pacientes com comorbidades e deficiências permanentes acima de 35 anos.

Local: Parque de Exposições, das 8h30 às 12h. Já no período da tarde, das 13h às 16h30, serão imunizados pacientes com comorbidades e deficiências permanentes de 30 a 34 anos.

– 04/06: Pacientes com comorbidades e deficiências permanentes de 25 anos a 29 anos.

Local: Parque de Exposições, das 8h30 às 12h.

A imunização dos grupos com comorbidades também ocorrerá nas Unidades de Saúde, a partir da próxima segunda-feira (7), das 13h30 às 16h30. Gestantes acima de 18 anos que possuam comorbidades devem agendar a vacinação pelo telefone número 46 98421 4088.

Documentos

Trabalhadores da Educação e da Assistência Social, além de documentos pessoais (CPF/RG) e comprovante de residência, devem apresentar para a imunização comprovante de vinculação ativa do profissional com a escola/instituição social (holerite). Também será necessário apresentar uma declaração emitida pela instituição (preenchida devidamente com todos os dados de identificação do trabalhador, além da assinatura e carimbo do responsável pela instituição).

Pessoas com comorbidades ou deficiências permanentes precisam apresentar no dia da vacinação o comprovante de residência, documentos pessoais (CPF/RG), receita de medicamentos e/ou exames que comprovem a comorbidade, e/ou declaração médica descrevendo a comorbidade e CID, conforme modelo disponibilizado pelo Portal do CRM.

Na ação, em formato de drive thru, não haverá a possibilidade de consulta em prontuário eletrônico, logo, no local, deverão comparecer apenas pacientes que consigam comprovar a comorbidade.

Orientações

– Deve se priorizar intervalo de 14 dias entre outras vacinas;

– Pacientes com histórico de Covid-19 deverão aguardar 30 dias (após diagnóstico) para a vacinação;

– Pacientes em acompanhamento com reumatologista (em uso de drogas imunossupressoras), pacientes oncológicos e transplantados somente serão vacinados mediante apresentação de declaração médica.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários