Website oficial do Município de Pato Branco

Notícia

Aterro Sanitário de Pato Branco recebe nova célula para ampliar capacidade de armazenamento do lixo orgânico

A separação correta do lixo, por parte dos pato-branquenses, é fundamental para aumentar a vida útil da nova célula

Iniciou nesta semana, a instalação da nova geomembrana do Aterro Sanitário de Pato Branco. Atualmente, são 60 toneladas de lixo orgânico coletadas diariamente pela Prefeitura, por meio das equipes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, quantidade que é destinada ao Aterro. Da mesma forma, são 14 toneladas de lixo reciclável ao dia, cuja coleta, triagem e reaproveitamento, são realizados pela Cooperativa de Trabalho dos Agentes Ambientais de Pato Branco (COTAAPB). A separação correta do lixo, por parte dos pato-branquenses, é fundamental para aumentar a vida útil da nova célula, que exigiu investimentos de R$ 643.412,95, em recursos do Fundo Municipal de Meio Ambiente.  

Com mais de 17 mil metros quadrados, a geomembrana possui dois centímetros de espessura e está sendo instalada nos módulos de operação 3, 4 e 5. De acordo com o chefe do Aterro Sanitário de Pato Branco, Normélio Bonatto, a geomembrana terá a função de reter o chorume produzido pelo lixo orgânico, fazendo com que o mesmo não entre em contato com o solo. “Essa estrutura evita, assim, a contaminação do solo e do lençol freático”, reforça.

O Aterro Sanitário foi projetado com a previsão de cinco módulos de operação para disposição dos resíduos. Na primeira etapa da estrutura, concluída em 2013, foram executados dois módulos de operação sendo que a capacidade de utilização dos mesmos está praticamente esgotada. Dessa forma, o Município é responsável pelos serviços de movimentação de terra e drenagem dos outros três módulos, sendo necessária a instalação da geomembrana nos mesmos, para evitar possíveis contaminações do lençol freático.

Normélio ressalta que a vida útil da nova célula dependerá dos hábitos da população, no que refere-se à separação adequada do lixo. “Como o Município faz todo o gerenciamento do Aterro Sanitário, tendo o controle diário de todos os resíduos que são encaminhados ao local, sabemos que a população ainda precisa se conscientizar quanto a separação correta dos materiais orgânicos e recicláveis”, destaca.

Coleta de lixo e novos contêineres

O gerenciamento do Aterro Sanitário Municipal é realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente. O secretário Nelson Bertani explica que a quantidade de resíduos coletados diariamente aumentou nos últimos anos, em virtude da estruturação da unidade, somada ao aumento da frota de veículos e da coleta automatizada realizada por meio dos contêineres.

Em 2014, a Prefeitura instalou 300 contêineres para a coleta seletiva no Centro. Em 2017, foram adquiridas mais 100 unidades para ampliação dos pontos, contemplando bairros e regiões próximas da área central. Agora, em 2019, foram adquiridas mais 150 unidades, para reposição dos exemplares abatidos, quebrados ou danificados pelos problemas decorrentes do uso diário.

Aterro Sanitário

A infraestrutura do Aterro Sanitário de Pato Branco abrange uma área de 24 hectares. Nela, há a área de triagem do lixo reciclável, pátio de compostagem, lagoa de tratamento de chorume, dreno de gás, guarita com balança, área administrativa, entre outros. O local situa-se na BR-158, próximo ao Ferro Velho Guindani. O local atende de segunda a sexta-feira, das 08h às 12h e das 13h às 17h15 e nos sábados, das 08h às 12h. Mais informações sobre o funcionamento da estrutura, podem ser obtidas pelo telefone (46) 3220-1505 ou na Secretaria de Meio Ambiente, junto à Prefeitura de Pato Branco.

FAÇA UM COMENTÁRIO

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Ainda não existem comentários